file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Capacitação em segurança no trânsito atende comunidades rurais

Cultura&Realidade - 20 de Setembro de 2017

file-2017-09-20155523.737891-formacao_em_transito4217bab6-9e35-11e7-97a4-f23c917a2cda.jpg

Moradores de comunidades rurais recebem capacitação sobre segurança no trânsito – Foto: Ascom/Engie

 

Cresce a frequência da realização de cursos para formação de condutores, visando a direção defensiva. Seja no setor público, que dispõe de programa específico, seja no setor privado. A iniciativa é reflexo da preocupação de diversos setores sociais com os elevados índices de mortes no Brasil em decorrência do modo em que condutores de veículos, carros, motos, caminhões e outros meios de transporte adotam na direção, promovendo milhares de perdas humanas.

 

Em termos absolutos, o Brasil é o 5º país do mundo com maior número de mortes no trânsito, ficando atrás somente da China, Índia, Estados Unidos e Rússia. De acordo com dados apresentados pela Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 37 mil mortes por acidentes automobilísticos foram registradas no Brasil em 2015.

 

Algumas empresas tem realizado formação em direção defensiva, como atividade de iniciativa social espontânea ou como obrigações de condicionantes de regularização dos seus empreendimentos. Em Umburanas, na região de Jacobina, terminou no último dia 15, ciclo de formação nas comunidades rurais de Barriguda de Brasília, Federal e Rodoleiro, contemplando cerca de 50 moradores.

A capacitação foi realizada pela ENGIE Brasil e segundo a coordenação das atividades, a programação teve como objetivo promover a educação no trânsito e levar os participantes a identificar situações de risco que geram acidentes e desenvolver técnicas de prevenção.

Com carga horária de 16h, o curso abordou assuntos como: acessórios de segurança, regras de condução, circulação e sinalização, riscos associados, procedimentos para direção defensiva, utilização correta do capacete, uso de álcool, medicamentos e drogas x acidentes, entre outros procedimentos de segurança.

O morador de Rodoleiro, Pedro Dias de Souza, que utiliza constantemente a rodovia que dá acesso ao Complexo Eólico Campo Largo destacou que o curso foi bastante proveitoso. “Conhecimento nunca é demais e no curso pudemos tirar dúvidas e aprender muitas coisas novas que com certeza irão contribuir para a nossa segurança no trânsito”, afirmou Souza.

Segundo o gerente da obra, Murilo Boselli, o treinamento faz parte de um conjunto de ações preventivas de segurança da ENGIE, que serão realizadas ao longo da implantação do Complexo. “Esperamos que todos coloquem em prática os ensinamentos e obedeçam às sinalizações e aos limites de velocidade permitidos na via, para termos eficiência nas ações de segurança”.

Ao final do curso os participantes receberam juntamente com o certificado, um colete refletivo, que deve ser utilizado, em especial por pedestres, ciclistas e motociclistas, a fim de ampliar a visibilidade dos motoristas.

 

Treinamento interno

 

O curso de Direção Defensiva foi realizado também com colaboradores do Complexo Eólico Campo Largo. No mês de agosto, 34 profissionais da empresa Santa Rita, entre motoristas, operadores, encarregados e técnicos em segurança foram capacitados.

Segundo Boselli, todas as prestadoras de serviço do Complexo são orientadas a treinar seus funcionários para que possam se precaver de situações de perigo e enfrentar de forma correta as adversidades do trânsito. “A ideia é que a direção defensiva seja um compromisso de todos os nossos colaboradores, com a oportunidade de refletir e reconhecer seu compromisso com a empresa, além do seu verdadeiro papel quanto à segurança no trânsito e interação com as comunidades.”, finalizou Boselli.

 

 

Da Redação, com informações da Ascom/ENGIE