file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Irecê e Região

Governador Rui Costa prometeu a reforma e reabertura de hospital em Itaberaba e maternidade em Seabra

Cultura&Realidade - 06 de Fevereiro de 2019

file-2019-02-06164509.919636-1422974493IMG_20150203_112210b630ac1a-2a47-11e9-87b9-f23c917a2cda.jpg

Governador Rui Costa em discurso na ALBA promete reformas no Hospital Regional de Itaberaba Foto: Divulgação

O governador Rui Costa (PT) participou da reabertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), na última segunda-feira (4), e durante seu discurso falou de projetos importantes para a região da Chapada Diamantina. Um deles foi o Hospital Regional de Itaberaba (HRI), cujo a reabertura e reforma são metas da gestão municipal ‘Cidade de Todos’, do prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB).

“Já entreguei grandes e novos hospitais. Vamos iniciar, nesse primeiro semestre, a obra do Hospital Regional de Itaberaba e as maternidades de referência de Seabra e de Ilhéus”, disse Costa. Segundo ele, a ideia é continuar com o processo de descentralização dos serviços e dos equipamentos, realizando uma regionalização desse atendimento.

“Nesses quatro anos, conseguimos construir uma experiência bastante exitosa de cooperação, os Consórcios Interfederativos. Juntos, estamos regionalizando a saúde e descentralizando serviços e ações de média e alta complexidade, coisas que antes pareciam impensáveis para um estado nordestino com as dimensões da Bahia”, disse o governador.

Relação com a Alba
Na ocasião, o governador também parabenizou o deputado Nelson Leal (PP), escolhido para presidir a Alba, e os demais deputados e deputadas estaduais eleitos e reeleitos. O governador fez uma saudação especial à bancada feminina, que “se ampliou nessa legislatura, mostrando que a mulher vem ocupando os espaços que lhe são devidos em todas as instâncias da vida social”.

Em resposta, no encerramento da sessão, o presidente da Alba declarou que “o modelo de gestão da Assembleia será compartilhado entre todos os 63 deputados” e que “o governador pode contar com a Casa, para que juntos possamos nos debruçar sobre os problemas vividos pelos baianos”.

Da redação, com informações do site Chapada News