file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Economia

Governo da Bahia lança edital de certificação do artesanato baiano

04 de Julho de 2017 (atualizado 04/Jul/2017 16h58)

Artesanato em barro

Foto: quem produz artesanato pode buscar a certificação se inscrevendo no edital através do Ibametro (Francisco Neto)

Redação Cultura&Realidade

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), lançou nesta segunda-feira (3), o edital 2017 do Programa de Certificação do Artesanato Baiano, que concede o selo de qualidade A Bahia Feita à Mão. A cerimônia aconteceu na sede da Coordenação de Fomento ao Artesanato, no Porto da Barra, em Salvador.

A iniciativa, que é inédita no Brasil, está na sua segunda edição. “Nós temos uma expectativa muito positiva. Já conseguimos certificar 190 produtos e isso é muito importante, porque a ajuda, inclusive, a ajustar o conjunto de rede de artesãos que nós temos”, explica a titular da Setre, Olívia Santana.

A certificação é entregue pelo Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), e segue os critérios da Base Conceitual do Programa do Artesanato Brasileiro. “O Ibametro é um órgão certificador. Sua expertise vem por agregar valor à mercadoria. A gente faz uma rastreabilidade desde a matéria-prima ao produto final”, explica diretor geral do instituto, Randerson Leal. Entre 2012 e 2016, o Ibametro certificou 95 artesãos, de 25 municípios baianos.

Outras ações de apoio ao artesão também são realizadas. “Aqui na nossa sede, no Porto da Barra, acontece a comercialização, onde recebemos os produtos do selo A Bahia Feita à Mão, e também estamos emitindo, a partir da avaliação dos produtos, a Carteira Nacional do Artesanato, que permite a participação dos artesãos e artesãs em todas as feiras nacionais, em qualquer estado da federação”, destaca a coordenadora estadual de Fomento ao Artesanato, Luciana Embilina.

Com informações da Secom/Ba