BRASIL

Mais Médicos: governo abre novo edital. Regiões mais distantes ainda desassistidas

Cultura&Realidade - 08 de Julho de 2019

file-2019-07-08173519.987911-medicose71ec9ca-a1bf-11e9-bede-f23c917a2cda.jpg

Comunidades indígenas, quilombolas e fundo de pastos ainda não estão sendo atendidas - Foto: Ilustração

A partir desta segunda-feira (8) começam as inscrições para a 2ª fase do edital do programa Mais Médicos, agora destinadas a brasileiros formados no exterior.

Os profissionais interessados em aderir ao programa terão entre os dias 8 e 12 de julho para fazer a inscrição. Os formulários terão que ser preenchidos exclusivamente pela internet, por meio do Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP).

Quanto aos médicos que tiveram as inscrições concluídas na 1ª fase do edital, o prazo para se apresentarem nas cidades escolhidas terminou no dia 28 de junho.

Os números consolidados dos médicos homologados e a lista dos municípios com vagas preenchidas serão divulgados a partir desta segunda no site do programa.

Os municípios contemplados neste edital do Mais Médicos são de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso – a exemplo das ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas – e que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

As pessoas que vivem nas áreas mais vulneráveis do Brasil terão um reforço na assistência à Atenção Primária pelo Programa Mais Médicos a partir deste mês. Até o momento, 1.481 profissionais brasileiros já começaram a atuar nas unidades de saúde.

Da Redação, com informes da Agência Brasil