file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Educação

Medicina veterinária, além de irrigação e drenagem ampliam a formação superior pela FAI, em Irecê

Cultura&Realidade - 05 de Outubro de 2017 (atualizado 05/Out/2017 10h30)

file-2017-10-05102513.839646-fai9eab3f22-a9d0-11e7-97a4-f23c917a2cda.jpg

"Irrigação e drenagem" é novo curso da FAI em Irecê - Foto: ilsutração/Google

A região de Irecê amplia a oferta de ensino superior através da Faculdade de Irecê (FAI). Com os novos cursos, o Território de Irecê caminha de maneira mais sólida para se consolidar como um centro qualificado de Ensino Superior em diversas áreas do conhecimento.

A informação foi dada pelo Ministério da Educação (MEC) que autorizou, por meio das portarias nº 1.019 e 1.020, publicadas no Diário Oficial da União na quarta-feira da semana passada (27), o funcionamento de mais três cursos de graduação para a referida faculdade Irecê: o Curso Superior de Tecnologia (CST) em Irrigação e Drenagem, Medicina Veterinária e a Licenciatura em Matemática. “Com isso, a FAI passa a ter nove cursos autorizados  e caminha a passos largos para se tornar um Centro Universitário”, salienta o diretor Marcos Carvalho.

A autorização dos novos cursos ocorre após a provação, por meio de criteriosa avaliação técnica, promovida por professores doutores, escolhidos pelo próprio MEC, dos projetos pedagógicos das graduações e da estrutura da Faculdade para atender às demandas dos cursos presenciais de graduação.

Ainda de acordo com o professor Marcos Carvalho, a autorização dos novos cursos, além de ser a marca da expansão institucional da FAI, contribui de maneira significativa para o fortalecimento do Ensino Superior no Território de Irecê. Segundo ele, os cursos presenciais abrem um leque maior de oportunidades para quem deseja estudar e se graduar na região.  "Certamente esse é um momento de grande importância para a FAI e para a educação superior de nossa região, a expansão de cursos promoverá oportunidade a centenas de jovens que poderão ter acesso a um curso superior presencial e de qualidade".

Com a chegada de cursos de graduação presenciais e amparados por um corpo docente e discente qualificado, Irecê se consolida como centro para a produção de novos conhecimentos e tecnologias.   "Com essas conquistas, nós fortalecemos a imagem do município de Irecê como cidade-pólo na oferta de serviços educacionais no território", garante Marcos.

A ordem é crescer

A coordenadora acadêmica da FAI, Maria da Conceição Araújo Correia disse que “com os novos cursos serão ofertadas mais 400 vagas para cursos presenciais de graduação na cidade, sendo elas: 100 vagas para a Licenciatura em Matemática; 100 vagas para o curso de Medicina Veterinária e mais 200 vagas para Curso Superior de Tecnologia (CST) em Irrigação e Drenagem. Um crescimento consistente, mas que não para por aí. A meta é que, já no primeiro semestre de 2018, a FAI esteja com 11 cursos de graduação em funcionamento”.  

Além dos nove cursos já autorizados, o plano de expansão da FAI prevê a aprovação e autorização do MEC para a abertura de vagas em mais dois cursos: as Lincenciaturas em Geografia e o tão esperado bacharelado em Direito, que já está com seu projeto em apreciação no Ministério.  “A FAI vive de desafios e conquistas. E agora o fruto do nosso trabalho chega com esses novos cursos, que vêm fortalecer nossa Faculdade, mostrando para a gente a nossa capacidade de desenvolver o Ensino Superior no Território de Irecê”, afirmou a Coordenadora.