CULTURA

Puxada Elétrica arrastou mais de 200 idosos pelas principais ruas de Irecê, em clima dos velhos carnavais

Cultura&Realidade - 16 de Março de 2019

file-2019-03-16092159.753298-diomar_capa18e9c51a-47e6-11e9-87b9-f23c917a2cda.jpg

Idosos relembraram dos clássicos carnavais, com frevo e marchinhas - Fotos: Jucy Fotogafias - 74-99956-3149

Por João Gonçalves

Uma extensão do carnaval 2019 ocorreu em Irecê (onde não se tem oficialmente a festividade) nesta sexta-feira, 15. Com animação de Murilo Lima, Zezé dos Teclados e Ronaldo Koelho, o grupo de idosos Renascer promoveu a segunda “Puxada Elétrica”, sobre a coordenação do professor Diomar Gomes.

Cerca de 200 idosos (alguns jovens não resistiram e acompanharam os avós) se organizaram em diversas alas, apresentando evoluções carnavalescas, a partir das diversas marchinhas e frevos que fizeram os mesmos relembrarem os clássicos carnavais de suas épocas.

A animação tomou conta das ruas, com alegorias, carro abre alas, “bustrio”, borboletas gigantes que saíram da Praça da Prefeitura, contornaram a Igreja Matriz e seguiram até à Praça Ayrton Senna, passando pela Avenida Tertuliano Cambuí. O itinerário cresceu e só terminou na porta da Cross Fitiness, academia parceira do movimento.

“Se eu soubesse eu estaria aí junto”, disse a aposentada de 73 anos, dona Maria Guedes, que se encontrava na porta de uma loja de supermercados, quando a puxada passou.

Diomar avaliou como muito positiva a segunda edição. “Foi maior que o ano passado, na participação de pessoas e no itinerário, alcançando o maior objetivo, que é de promover a ludicidade como meio de ampliar a vida social destas pessoas que tanto merecem e precisam de atenção e cuidados”, disse.

“Apesar dos desafios, estamos felizes com o resultado, com a participação das pessoas”, comemorou.

REGISTROS FOTOGRÁFICOS: