POLÍTICA

"Saúde em Xique-Xique vira moeda de chantagem na mão do prefeito" diz deputado Jacó

Cultura&Realidade - 30 de Outubro de 2019 (atualizado 30/Out/2019 08h27)

file-2019-10-30081751.984081-WhatsApp_Image_2019-10-30_at_08.17.06e9a5f236-fb06-11e9-93fc-f23c917a2cda.jpg

Em sua fala na Alba, Jacó colocou-se à disposição do povo de Xique Xique para encaminhamento de denúncias ao Ministério Público da Bahia. Foto: Print de vídeo

 

O deputado estadual Jacó (PT) voltou de uma maratona pelo Território de Irecê no último final de semana e disse que, em Xique Xique, município com cerca de 47 mil habitantes, "a saúde virou moeda de chantagem na mão do prefeito (Reinaldo Braga Filho, do MDB)". Direto da tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia, nesta terça-feira (29), o vice-líder da bancada petista criticou a "politicagem mesquinha" que deixa a população prejudicada, refém da arrogância e sem atendimento na Policlínica de Irecê e no caminhão de combate ao câncer de mama e de colo de útero.

O problema ocorre porque a Prefeitura se recusa a assinar o convênio com o Consórcio que administra o sistema de saúde. Com base em relatos feitos por moradores, o petista contou que, do exame mais simples a uma tomografia ou ultrassom, é preciso ir direto ao prefeito, que usa palavras de baixo calão. "Se não for do grupo dele, não é atendido. E mesmo quando consegue, é debaixo de humilhação". Em sua fala na Alba, Jacó colocou-se à disposição do povo de Xique Xique para encaminhamento de denúncias ao Ministério Público da Bahia. 

Assessoria de Comunicação do Deputado Jacó