file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Irecê e Região

Gledson Mello confessa tentativa de homicídio contra a jovem Jaine, de Barra do Mendes

Cultura&Realidade - 11 de Março de 2019 (atualizado 11/Mar/2019 17h36)

file-2019-03-11160913.190862-15029906-ef58-40cd-a616-c74ac500e9a5284fb888-4431-11e9-87b9-f23c917a2cda.jpg

Gledson Mello de Oliveira, 21 anos, apontado como suspeito do caso Jaine, se apresenta para depor - Foto: PM/Barra do Mendes

Na manhã desta segunda-feira, 11, Gledson Mello de Oliveira, 21 anos, após ser apontado como suspeito de tentativa de homicídio e estupro, da jovem Jaine Rosa Santos Barreto, em Barra do Mendes, na madrugada do último dia 6, quando retornava das comemorações de carnaval naquela cidade, se apresentou na Delegacia de Polícia, acompanhado do seu advogado, onde concedeu depoimento sobre o caso e confessou o crime.

O Delegado Augusto Vilas Boas disse ainda a pouco, por telefone, que amanhã detalhará informações sobre o caso. Ele adiantou apenas que o autor do crime se encontra preso, pois havia pedido de prisão preventiva contra o mesmo. 


ENTENDA O CASO

 A jovem Jaine Rosa Santos Barreto, 24 anos, foi encontrada ferida e desacordada na Rua Oscarino Campos – próximo ao circuito do carnaval de Barra do Mendes, região de Irecê,  no início da manhã de quarta-feira (6).

A mulher foi socorrida e levada para o Hospital Municipal da cidade por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu, e imediatamente transferida para o Hospital Regional de Irecê. Ela estava com ferimentos pelo corpo, e o rosto completamente desfigurado e há a suspeita de que ela tenha sido violentada sexualmente.

Segundo o delegado Augusto Vilas Boas, titular da Delegacia Territorial de Barra do Mendes, e responsável pelo caso, a vítima seguia para sua residência depois da festa de carnaval, por volta das 6h30, quando foi surpreendida por alguém que certamente a seguia, e no momento exato, tentou matá-la. Ainda segundo Vilas Boas, o suspeito pode ter usado uma pedra de paralelepípedo para esmagar o rosto da vítima.

Jaíne Barreto segue internada no Hospital Regional de Irecê em estado delicado. A polícia já está de posse de imagens que podem levar ao suspeito do crime.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa da 14ª coordenadoria Regional de polícia civil em Irecê.