POLÍTICA

Vereadora Gilaide assume definitivamente a presidência da Câmara de Ibititá

Cultura&Realidade - 12 de Julho de 2019

file-2019-07-12185201.448918-gilaide47759f6a-a4ef-11e9-b55f-f23c917a2cda.jpg

Vereador Gilaide, no ato de posse como Presidente da Câmara de Ibititá - Foto: Sertão Bahiano

Matéria transcrita do Sertão Bahiano

Conforme decisão judicial, nesta sexta-feira (12), o presidente interino da Câmara Municipal de Ibititá, Humberto Neiva Dourado, realizou a eleição para Mesa Diretora da Casa, após mais de seis meses de disputas internas, vacância de poder e improdutividade.

Mas, antes do processo regimental, foi preciso desobstruir as portas da sede do Poder Legislativo, que haviam sido lacradas por dentro. Além disso, também tiveram que providenciar cadeiras e microfones, já que a mobília e parte dos equipamentos do plenário foram removidos.

Sob forte esquema de segurança das Polícias Militar e Civil, a vereadora Maria Gilaide foi eleita presidente para o biênio 2019/2020 com 7 votos. A bancada da oposição (com 4 integrantes) não compareceu à sessão ordinária convocada pela juíza Andrea Neves Cerqueira, da 1ª Vara dos Feitos e Registros Públicos da Comarca de Irecê.

Após a posse, a presidente eleita lamentou as circunstâncias e registrou Boletim de Ocorrência, na Delegacia de Ibititá, na tarde de hoje, contra o que classificou como “vandalismo e depredação do patrimônio público”. “Agora é apurar os fatos, recuperar o tempo perdido e trabalhar em prol do povo e do desenvolvimento da nossa querida cidade”, finalizou Gilaide.

Ela assume a chefia do Legislativo pela terceira vez no semestre. Nas outras duas, por conta do imbróglio com a minoria, não conseguiu tomar posse efetiva.